domingo, 22 de outubro de 2017

Resenhas

           

Salve leitores, tudo bem com vocês?

            Você sabe o que resenha de um livro?

            Você já leu uma resenha de um livro?

            O conceito de resenha eu aprendi no ensino médio, basicamente é um texto dizendo o que você gostou em um livro o que você não gostou e os porquês de ambos, e no final uma visão geral dizendo se você indicaria ou não este livro para seus amigos ou para quem gosta de ler.

            A resenha é algo que faz parte da vida de todo o escritor a partir do momento que seu primeiro é publicado, é algo que assusta muitos, mas é necessário e é onde entra também as parcerias literárias, fazer parcerias literárias com outros resenhistas é algo que ajuda na divulgação de seu livro, mas como em tudo nessa vida existem os bons resenhistas e existe o que se dizem “resenhistas” que muitas vezes não leem seu livro, leem pela metade e só critica a história o que acaba fazendo seu trabalho não ter o valor devido.

            Eu sempre digo que toda história merece ser lida e contada, o que muitas vezes falta para o escritor é o publico alvo certo o que hoje em dia não é difícil de encontrar graças a internet, a divulgação muitas vezes ainda é um luta para o escritor, mas eu sei que um dia isso muda, já está mudando só precisamos continuar acreditando.

            Mas Renato, quem pode ser resenhista?

            Qualquer um que tenha um blog, uma página (site) ou um canal no youtube, basicamente deve ter uma rede social destinada para isso.

            Porem existem alguns requisitos para ser resnhista.

            Primeiro: Precisa gostar de ler muito.

            O resenhista precisa gostar de ler, pois mesmo que sejam poucas pessoas, essas pessoas (seus seguidores iniciais) aguardam sua resenha para saber que o próximo livro procurar.

            Segundo: Precisa ser imparcial.

            Seja um livro de um amigo ou não, o resenhista deve ser imparcial em sua leitura e analise, resaltando os pontos positivos e os pontos a desenvolver em uma história sempre concluindo o que mais agradou no livro.

            Terceiro: Termine o livro.

            Termine sempre de ler o livro, lembre-se sempre do escritor que escreveu aquele livro, as vezes algo nele pode ter surpreender e muito mudando totalmente o seu conceito sobre a história.

            Quarto: Converse com o autor do livro.

            Sempre procure trocar uma ideia com o autor do livro sempre que possível as vezes algo que você não entendeu no livro ele pode te ajudar a esclarecer, digo isso por mim também, minha história é bem complexa.

            Quinto: Sempre que possível compre o livro físico do autor.

            Não existe maior incentivo para um autor do que ver um resenhista comprando o seu livro, ou caso o autor queira doar o livro físico para o resenhista em questão, mas sempre que possível compre o livro do autor.

            Sexto: Proibido cobrar.

            Acredite se quiser existe resenhista que cobra para resenhar um livro, isso é crime, não se pode cobrar para resenhar um livro, nunca.

            Então se você deseja ser um resenhista com esses passos, você pode começar a ajudar outros escritores a realizar o sonho deles, por que na minha opinião toda ajuda na literatura é válida.

Minhas redes sociais:

Instagram: renatoliraoficial89
Twitter: renatolirareal


Até mais.




domingo, 15 de outubro de 2017

O que te motiva a escrever?

Salve leitores, tudo bem com vocês?

            O assunto de hoje é algo que todo escritor tem quando escreve, um motivo ou motivação se preferir.

            O que te motiva a escrever? Muitos vão falar que é o sonho de ter um livro publicado.

            Mas a motivação é aquilo que te dá forças mesmo quando você não quer mais escrever, seja uma pessoa, uma situação ou uma meta.

            Quem já escreveu um livro sabe que é um trabalho árduo delicado e muitas vezes criticado, pois acredite os escritores no Brasil deve ser os mais criticados em toda a terra.

            Quando eu tinha algum problema eu entrava no meu quarto e disparava a escrever, tinha na escrita um refugio dos meus problemas na vida real e isso me fortalecia a ponto de vencer meus problemas reais, então a minha motivação eram os meus problemas, estranho não é?

            Um amigo meu só conseguia escrever quando estava deprimido, e o livro dele não é deprimente por incrível que pareça é misterioso e você sempre quer sempre saber como vai terminar determinada história.

            Claro que pelo menos no meu caso eu não precisava mais esperar aparecer um problema para escrever até que porque os problemas nunca acabam, com o tempo os escritores, aqueles que vão realmente seguir a carreira literária, vão sentir que a escrita faz parte deles e que se eles ficarem um dia sem escrever não vão sentir seu dia completo.

            A sua motivação para escrever pode mudar ou não, mas no final você vai sentir que o que vai te motivar de verdade é a vontade de escrever cada vez mais.

Minhas redes sociais:

Instagram: renatoliraoficial89
Twitter: renatolirareal

Até mais.

terça-feira, 10 de outubro de 2017

[Resenha] O Último Conto por Gisele Honorato

Olá Leitores!

Sentiram falta de resenhas de terror? Eu senti! E por isso hoje trago uma super novidade! Na semana do Oitavo Congresso literário, RPG, Quadrinhos e outras mídias nerds, o Livros em Pauta (mais informações no final do post), não pode faltar uma brecha sobre os lançamentos da Editora Andross, nesse dia.
Entre todos os onze títulos antológicos que serão lançados neste dia, vou ressaltar aqui o Linha Tênue, e vou apresentar o terror descrito pela autora Gisele Honorato no conto O Último conto.
Resultado de imagem

Antologia: Linha Tênue
Título: O Último conto
Autora: Gisele Honorato 
Página: 123
Organizador: Alfer Medeiros
Editor: Edson Rossato
Editora: Andross

Resenha

Bloqueio literário, a maior sombra que ronda escritores do Brasil e mundo, inclusive já foi falado aqui no blog pelo Blogueiro e YouTuber Renato Lira. Gisele explora isso com muita facilidade nesse conto, e vai mais além. 

Se você já passou por isso sabe o quão doloroso é, nos deixa impotentes, sabemos o quão perfeita a história será, mas não conseguimos por no "papel". Às vezes sabemos o que queremos escrever, mas não conseguimos transformar as cenas em nossa cabeça em palavras, ou frases inteiras, outras vezes é tudo um breu, branco, vazio.

E se coisas estranhas acontecem durante esse processo? De repente vem uma inspiração sobrenatural, tanto que não conseguimos simplesmente desgrudar do notebook, e a história ganha vida e ressurge das sombras com morte e sangue. Mas de onde veio essa inspiração...

Hipótese 1

Muitos religiosos explicam que para cada ação nossa em vida, existe um espírito que é guiado até nós através dessa ação, para nos ajudar ou não. Meu palpite é que essa inspiração seja de algo sombrio, desses espíritos perturbados que sugam nossas energias, em troca de ideias macabras para escrevermos.

Hipótese 2

Existe uma lenda urbana (em Sobrenatural, sim!), onde tudo o que você acredita se materializa, e usarei para explicar minha hipótese. Inspiração. Tudo o que a escritora do conto pensou sobre sua história se materializou ali tão perto.

Hipótese 3

Ainda sobre inspiração. Ela pode vim de várias formas diferentes e essa inspiração pode ser bizarra porque a história é também, e com um pouco de ansiedade, agregado a falta de sono, excesso de café, dentre outras coisas que acontecem com a escritora, pode dar essa imaginação fértil.

Pontos positivos: abre as portas para um conto ou livro, baseado no que a escritora do conto escreveu.

Quer ler esse conto entre outros que está na antologia Linha Tênue? Encomende o seu direto com a autora!

Facebook: Gisele Honorato
8º Livros em Pauta 

Data e hora: 14 de outubro de 2017, a partir das 10 horas, evento principal às 15 horas
Endereço: R. Domingos de Morais, 1581 - Vila Mariana, São Paulo - SP

Site: Livros em Pauta
Facebook: Evento Livros em Pauta
Instagram: @livrosempauta

Eu estou participando também, com um conto nada romântico, Sonhos Distantes, no Sem mais, o amor, saiba mais nas minhas redes sociais:
Apoio Ali Du Designer 

Resenha por Escritora Aline Duarte 
Instagram @alinecarpesduarte
Twitter @alineyzza

domingo, 8 de outubro de 2017

Política Literária

             Salve leitores, tudo bem com vocês?

            Hoje eu vim falar de um assunto não muito agradável, mas necessário no atual momento do nosso país, a política.

            Não se preocupe, eu não vim dar aula de história e muito menos tentar te converter a ser esquerdista ou de direita até porque a política em geral tem me decepcionado.

            Mas você me pergunta. Renato o que política tem haver com literatura?

            Eu te digo, tem tudo haver e te pergunto o que você sabe sobre a história da política em nosso país? Quais caminhos trouxeram a situação que vivemos hoje? Lembrando mais uma vez que não vim dar aula de história, mas eu sempre digo que ler é conhecimento e isso nos levar a ler livros de política para podermos votar o mais consciente possível.

            Não sei qual o seu partido político, mas um dia eu estava conversando com um amigo que entende bastante de política e eu dizia que precisamos de um livro de política que seja claro e objetivo apontando os pontos positivos e negativos dos dois principais partidos que regem nosso país, muitas vez o povo fica confuso na hora de votar e aqui eu ataco um canal de televisão que eu acho que todo mundo sabe qual é, que manipula toda a sociedade, o povo brasileiro precisa buscar outras bases de informação não acreditar em uma única fonte.

            A situação literária do nosso país não está fácil e o nosso atual presidente ainda queria acabar com o ministério da cultura, se havia alguma possibilidade de eu votar nele, essa possibilidade acabou naquele momento. Precisamos ler mais para conhecer os caminhos de nossos partidos sem se basear em propaganda eleitoral, se você quer votar consciente o momento de buscar informações é agora.

            Se você é escritor e está escrevendo um livro sobre política ou pensando em escrever um livro sobre política eu peço como um eleitor seja claro, mostre as duas faces de sua linha partidária assim quem quiser votar em um determinado partido votará sabendo tudo o que fez de bom e de ruim para o nosso país.

            Sei que não é um assunto bom de ler, mas é necessário.

Minhas redes sociais:
Instagram: renatoliraoficial89
Twitter: renatolirareal


Até mais.

domingo, 1 de outubro de 2017

Cultura Literária



Salve leitores, tudo bem com vocês?

Quando uma história surge em minha mente a primeira coisa que eu imagino é o local, depois a época e então os personagens, mas mesmo com todo o enredo montado, preciso fazer algo, pesquisar.

Mas aí você pensa, minha história está toda na minha mente, não preciso pesquisar nada, e é aí que muitos escritores erram e tem grandes chances de estragar a história e possivelmente realizar várias modificações.

Por mais que sua história se passe no local que você mora, há sempre a necessidade de fazer uma pesquisa local, de costumes, de gírias, de comidas típicas entre outros, porque algo que conecta muitos leitores co os livros são os detalhes locais, algo que chamo carinhosamente de cultura literária.

Nossa mente é livre para criar um mundo inteiro, mas eu gosto de buscar inspirações, na culinária, nos locais turísticos e em algo mundialmente conhecido, por em exemplo, quando você ouve França, as quatro coisas vem a mente é, Torre Eiffel, perfumes, moda, croissant e um extra para os mais patriotas, o famoso pão francês.

Então quando for criar uma história busque pesquisar os locais, eu sou de São Paulo, mas em todo o estado existem cidades com seus sotaques além dos sotaques típicos de outros estados, mesmo que a sua história se passe uma cidade pequena do interior procure aprender sobre a história da cidade, pois acredite seus leitores te apreciaram muito mais, afinal ler é cultura, ler é esporte e principalmente, ler é conhecimento.

Pesquise, aprenda, leia e escreva.

Pessoal, esse foi o texto de hoje se você tem algum livro escrito já publicado, no meu canal do youtube eu tenho um quadro chamado dica literária onde eu divulgo livros de outros autores, se você tiver o interesse não precisa me mandar o livro, só algumas informações que eu vou solicitar, é uma ação gratuita, vou deixar o meu e-mail e você me manda um e-mail com o assunto dica literária que eu já vou entender e te responde pedindo informações como sinopse, capa do livro entre outros.


Segue minhas redes sociais:

Instagram: renatoliraoficial89
Twitter: renatolirareal

Até mais.


domingo, 24 de setembro de 2017

(Mini Resenha) Contos Exclusivos do Grimório das Bruxas

Resultado de imagem
Nome da autora: 
Cintia David e Marcia Lopes

Titulo do livro: 
Contos Exclusivos do Grimório das Bruxas

Há muito tempo, um grimório se perdeu nas eras. Nele, além das receitas das bruxas, haviam histórias sobre feiticeiras boas e outras terríveis. O grimório foi encontrado e está agora em seu alcance. Dois contos foram dele retirados. Tome cuidado, pois ao lê-los, sua mente será visitada por essas bruxas mencionadas nele.

Em " A última curva", Beck queria apenas chegar em casa após uma viagem de carro, a escuridão da estrada a assombrava, mas o que ela não sabia era que aquela escuridão a traria mais do que um simples sentimento de angústia.

Enquanto o namorado dirige, ela tenta ignorar as coisas estranhas que acontecem no meio do caminho. Porém, após capotar na última curva, ela percebe que terá que enfrentar algo muito maior do que o medo bobo de andar na estrada. Há alguém esperando por ela e uma decisão a ser tomada que poderá custar a vida de algumas pessoas que ama.

A Última Conexão narra a história de um amor proibido, que te teve início com uma amizade quase que fraternal entre Marcela e Fernando, um homem mais velho e comprometido. Enquanto o amor buscava os atrair, o destino e as escolhas os separavam, e o sobrenatural os assolava.

Mini biografia do autor:

  Cinthia David, é Bióloga, atriz e professora de Inglês. Aos vinte e poucos anos, descobriu- se, também escritora. Amante dos livros desde pequena, sempre sonhou em criar mundos ond eos leitores pudessem mergulhar com veracidade e desfrutar de realidades totalmente novas. Costuma postar alguns contos nas platafornas Luvbook e Wattpad. Escreve sobre o pseudônimo C. David, que também é o nome da página que a autora mantêm no facebook.

 Marcia Lopes, 47 anos, paulista, blogueira. Dona do blog Mundo Literário. Louca por série e livros de terror, thriller psicológico, policial... mas não dispensa outros gêneros.

Segue minhas redes sociais.
Instagram: renatoliraoficial89
Twitter: renatolirareal

Até mais.

domingo, 17 de setembro de 2017

Resenha - Amores e Crimes

Salve leitores, tudo bem com vocês?
Já leram um livro rapidamente, mas rápido mesmo a ponto de devorá-lo em menos de 24 horas?
Pois isso aconteceu comigo, bati recorde de leitura e isso ocorreu com este livro, mas também a maneira como a história me prendeu foi fascinante, ocorreu também em uma época onde eu e alguns outros escritores, leitores e amantes da literatura fizemos uma maratona de 24 horas de leitura, claro que não foi 24 horas direto, mas foi o que me incentivou também, mas sem mais delongas vamos a resenha.
O livro tem dois temas centrais, algo incomum e que curti muito, o primeiro tema central trata-se do casal de protagonistas que se apaixonaram na adolescência e que devido a um mal entendido se separaram, mas por obra do destino começam a trabalhar juntos anos depois e descobrem que um nunca esqueceu do outro, o outro tema é uma onde de crimes que ninguém consegue descobrir quem é o real assassino.
O que mais me agradou na história foi o fato como os acontecimentos se interligavam, ao mesmo tempo que dava a impressão de ser confuso, você via que tinha um sentido e foi o que prendeu, sempre queria saber aonde aquele acontecimento iria dar.
Ao mesmo tempo que a história parecia tomar um rumo ela dava uma reviravolta sempre inesperada, tipo a vítima era na verdade o assassino, e não se preocupe não é spoiler.
Eu queria acabar logo pois a cada página a história ficava mais intrigante e misteriosa, me senti dentro de uma história de suspense.
Alguns pontos realmente me deixaram confuso, mas consegui me achar rapidamente, agora que me dei conta, quero uma continuação, mesmo que seja uma história toda nova, mas com os mesmos personagens.
George parabéns, alguns pontos ainda precisa desenvolver, mas isso é com o tempo e pratica, no geral curti a sua história, e um fato que mostra isso foi a rapidez de como eu terminei de lê-lo, que ver suas próximas histórias e eu espero que o próximo já esteja pelo menos sendo escrito.
Você vai longe continue assim.

Pessoal, Amores e Crimes é uma história que te prenderá da primeira a última página quase que instantaneamente, eu recomendo.

Minhas redes sociais:

Instagram: renatoliraoficial89
Twitter: renatolirareal
Livro Amores e Crimes: http://www.livrariadragoeditorial.com/products/amores-e-crimes-george-ornelas/ 

Até mais.

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

[Resenha] Na Hora da Morte de Luiz Moreira

Olá Leitores!

Vendo o título da postagem você vai me perguntar o que tem a morte haver com terror. Bom, depende de como você morre. Na série Sobrenatural do Eric Kiple, nossos personagens pesquisam por trabalho caçando a morte, onde tem morte, tem trabalho.

Eu amo essa série, e caso você seja uma pessoa desligada (o que não faz sentido você estar lendo esse blog agora), e não saiba do que estou falando:

Supernatural  é uma série de televisão norte-americana de fantasia sombria e urbana criada por Eric Kripke. A série narra a história de dois irmãos, Sam Winchester e Dean Winchester, interpretados respectivamente por Jared Padalecki e Jensen Ackles, que caçam demônios, fantasmas, monstros e outras criaturas sobrenaturais no mundo.

Ou seja, morte natural ou não, pode ter algo sombrio ali. Porém, na morte descrita nesse conto tem algo de muito sombrio.

“É um pandemônio, milhares de notícia chegam até nós, meu Deus! Está fora de controle, que Deus nos ajude”.

Título: Na Hora da Morte
AutorLuiz Moreira
O conto está no livro "Tasogare"

Ponto Positivo: pode-se explorar para uma continuação em uma série de contos ou livro

Hipótese 1

Desde o começo da civilização até os dias de hoje, acredito que o maior medo da humanidade seja infecção. No decorrer dos anos vários vírus foram se espalhando pelo globo, e eu acredito que seja obra do ser humano, um jeito de controlar a mortalidade, assim como a camisinha e métodos anticoncepcionais controlam a natalidade.

Posso citar alguns dos mais devastadores, mas não é uma aula de história e biologia que eu quero apresentar a vocês, então podem conferir o que quero dizer [aqui]. 

Hipótese 2

Pessoas de poder procuram por mais poder, e porque não cobiçar a imortalidade? Vemos muito sobre a imortalidade em filmes, desenhos, sendo concretizados por uma bebida milagrosa, fonte da juventude, etc. Pense comigo, você é poderoso, tem tudo o que quer, o dinheiro que quer, e porque não um tempinho a mais na terra para usufruir de tudo isso?

E como concretizar isso fora da ficção? Um vírus. Minha terceira hipótese. Mas e se esses vírus saíssem do controle? É ai onde quero chegar, minha hipótese lógica para como surgiriam os zumbis na vida real. E se os dramaturgos usaram da minha mesma linha de raciocínio para ficarem milionários na televisão com algo que pode acontecer em um futuro próximo?

Não sei você, mas estou começando a ficar com medo (risos).

Nesse conto o tema é a infecção por causa de um vírus, e o Luiz descreve a transformação da pessoa de dentro para fora conforme o vírus e como ela se transforma de um minuto para outro assim que o vírus se manifesta. E é só o início do apocalipse.

Resenha por Escritora Aline Duarte 
Instagram @alinecarpesduarte
Twitter @alineyzza

domingo, 10 de setembro de 2017

Resenha - Quando o Céu é o Limite

Salve leitores, tudo bem?

            Você já leram livros de ficção científica? Já tem um preferido do gênero? Então após você ler esse último que eu li, tenho certeza que sua opinião vai mudar assim como eu mudei a minha.

            Christian Goldville é um físico teórico americano que defende a teoria da transposição humana e em suas investigações de diversos casos inexplicáveis a razão racional ele embasa cada vez mais a sua teoria, percorrendo diversos lugares do mundo e colhendo depoimento de testemunhas, muito céticos tendem a desacreditar em sua teoria, no entanto cada vez mais casos e testemunhas o ajudam a creditar sua teoria, principalmente por não ser só um caso e por ocorrer em diversos lugares distintos, o fenômeno sempre ocorre com bases semelhantes, onde começam com uma nuvem comum e a mesma começa a se mover de forma estranha assumindo no centro uma camada escura e se aproximando de pessoas e as sugando para dentro do buraco e em seguida desaparecendo da mesma maneira que apareceu.

            Os desfechos de cada caso é mais impressionante que o outro, mas para saber se o físico consegue ou não a tão buscada credibilidade, você precisar ler o livro “Quando o Céu é o Limite”.

            Sinceramente eu nuca li uma teoria semelhante, não sei onde o meu amigo Cleberson se baseou para criar a história, se foi algo da mente dele ou se a teoria transcrita no livro dele já existia, mas a forma como ele usava casos reais da história para incluir a teoria é fascinante e ao mesmo assustador, a perfeição de escrita faz você pensar muitas vezes em estar lendo uma matéria de jornal e não um livro, e os casos são em sua grande maioria reais, alguns eu conhecia e outros fui pesquisar na internet e realmente ocorreram, pessoas desaparecendo, grandes personalidades da história que aparentemente por algum motivo tiveram relação com elementos descritos.

            Agora pare para pensar em só um dos casos descritos, Leonardo da Vinci, um dos maiores pintores e inventores mais enigmáticos da história também sua história relatada neste livro.

            Teorias existem várias, mas casos reais que as embasam existem poucas.

            Eu disse desde quando comecei a ler esse livro que ele deve ter uma advertência para pessoas paranoicas, brincadeiras a parte não tenho crítica nenhuma nesse livro, quero ler o próximo já é uma trilogia e o terceiro ainda não tem previsão.

            Recomendo este livro para todos que anseiam conhecer os mistérios do nosso mundo.

            Advertência: Pessoas paranoicas devem manter cautela ao ler este livro.

            Cleberson Kadett, um dos grandes escritores de ficção cientifica da atualidade, parabéns.

Pessoal, está ocorrendo até o próximo dia 10 a XVIII bienal do livro do Rio de Janeiro, então quem tiver interesse e oportunidade de ir é um evento de literatura que contará com várias atrações e o que mais amamos, livros para todos os gostos, quem tiver interesse eu vou deixar o site do evento no final do texto.

Galera eu tenho um canal no You Tube, chamado escritores ecléticos e em breve vou começar um novo quadro chamado dica literária então se você tem algum livro publicado ou conhece alguém que tem um livro publicado e busca a oportunidade de divulgar ele, aqui está a oportunidade que você esperava, a divulgação do seu livro será totalmente gratuita, farei um vídeo especial só para divulgar o seu livro, então se você tiver interesse vou deixar o meu e-mail também no final do texto, aí você manda a mensagem com o assunto dica literária que eu te explico o que você precisa me mandar para eu divulgar o seu livro, e vale lembrar que não precisará me mandar o livro só algumas informações necessárias que vou pedir para você no e-mail resposta.

Pessoal, por hoje é só, se você tiver alguma experiência referente ao assunto de hoje compartilhe nos comentários, sempre que possível eu respondo, a opinião de vocês são muito importante.

Bienal do livro Rio 2017:

Minhas redes sociais:
Instagram: renatoliraoficial89
Twitter: renatolirareal
Meu livro no waatpad: https://www.wattpad.com/story/120424751-minhas-expressões-de-a-a-z
Livro "Quando o Céu é o Limite":http://www.livrariadragoeditorial.com/products/quando-o-ceu-e-o-limite-cleberson-kadett/

Até mais.

domingo, 3 de setembro de 2017

Baseado em uma história real

Salve leitores, tudo bem?

Sempre vemos filmes, séries ou livros baseados em uma história real, seja ela, drama, comédia ou o que mais atraí o publico, terror.

Mas o que é mais fascinante nessas histórias é saber que elas aconteceram de verdade ou pelo menos grande parte delas, eu basicamente curto uma história baseada em algum fato real quando há um final feliz, os filmes de terror nem sempre tem um final feliz e imaginar que pessoas passaram por uma terrível experiência revivida no cinema chega ser pavoroso para mim.

Mas o que vim falar aqui hoje é sobre as histórias que nos geram inspiração para escrever, seja pela superação, final feliz ou qualquer fator que atraia a nossa atenção, uma coisa que precisamos ter em mente é que uma história inspirada em fatos reais é diferente de bibliografia e é preciso muito cuidado ao escrever, pois como eu sempre digo, não é crime se inspirar, mas escrever sobre alguém sem sua autorização e copiar uma história em questão é um crime muito grave.

O interessante é sempre criar uma nova história onde o elemento principal seja o fator em que a história real ocorreu, como uma catástrofe natural ou uma lenda antiga noticiada pela mídia, mas o mais importante é você escrever com todo o cuidado possível, principalmente quando é uma história de tragédia onde houve várias mortes, pois quando acontece isso quem mais sofre são os familiares, porque as pessoas que morreram ou sofreram com aquilo muitas vezes ficam com sequelas psicológicas, físicas e quando são lembradas do incidente em questão tem a lembrança do ente querido que se foi e isso machuca muito, então quando se vai escrever sobre algo baseado em uma história é preciso ter muita cautela e o mais importante, pesquise muito, pois a pior coisa que existe na minha opinião é você escrever todo um livro onde você dedicou tempo e inspiração e saber que não pode publicá-lo por infringir algum direito autoral do fato em questão, sendo também que a falta de pesquisa pode gerar até um processo posteriormente e aquilo que poderia ser algo importante para o escritor acaba se tornando um pesadelo.

Eu basicamente se fosse escrever algo do gênero criaria algo cujo o caso seja recorrente como fenômenos naturais ou uma história magnífica cuja a pessoa seja próxima de mim, pois eu gosto de finais felizes e o mundo precisa de mais finais felizes pelo menos nos livros.

Pessoal, está ocorrendo até o próximo dia 10 a XVIII bienal do livro do Rio de Janeiro, então quem tiver interesse e oportunidade de ir é um evento de literatura que contará com várias atrações e o que mais amamos, livros para todos os gostos, quem tiver interesse eu vou deixar o site do evento no final do texto.

Galera eu tenho um canal no You Tube, chamado escritores ecléticos e em breve vou começar um novo quadro chamado dica literária então se você tem algum livro publicado ou conhece alguém que tem um livro publicado e busca a oportunidade de divulgar ele, aqui está a oportunidade que você esperava, a divulgação do seu livro será totalmente gratuita, farei um vídeo especial só para divulgar o seu livro, então se você tiver interesse vou deixar o meu e-mail também no final do texto, aí você manda a mensagem com o assunto dica literária que eu te explico o que você precisa me mandar para eu divulgar o seu livro, e vale lembrar que não precisará me mandar o livro só algumas informações necessárias que vou pedir para você no e-mail resposta.

Pessoal, por hoje é só, se você tiver alguma experiência referente ao assunto de hoje compartilhe nos comentários, sempre que possível eu respondo, a opinião de vocês são muito importante.

Bienal do livro Rio 2017:

Minhas redes sociais:
Instagram: renatoliraoficial89
Twitter: renatolirareal

Até mais.
Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo